O SEGREDO DA FELICIDADE: AMAR-SER A SI MESM@

Muitas são as pessoas que não conhecem o valor e a importância de se amarem a si mesmas. Amar-se a si própri@ não é ser egocêntrico nem achar que o mundo gravita à sua volta. Trata-se da necessidade de se sentir bem consigo mesmo, de viver e desfrutar de uma saúde emocional equilibrada.

Há pessoas que pensam que o amor deve ser direccionado para o exterior, para as outras pessoas, para os bens materiais que nos satisfazem mas, na realidade, este sentimento nasce em nós, e o amor deverá começar de dentro para fora.


AQUELE QUE SE AMA A SI PRÓPRI@ É CAPAZ DE AMAR OS OUTROS?

Nem sempre o amar-se a si mesm@ é socialmente bem visto, o ideal é amar os outros e dar-se ao outro estando completamente disponível sem fazer perguntas. Mas será esse o verdadeiro amor? Será isto emocionalmente saudável?

Acreditamos que amar-se a si própri@ é fundamental para poder estabelecer relação com o outro. Se tu não és capaz de te amar a ti própri@, não podes amar o outro. Não conseguem estabelecer uma relação sã para ambos. Como diz Erich Fromm no seu livro A arte de amar "Se um individuo é capaz de amar incondicionalmente, também se ama a si mesmo; se só sabe amar os outros não ama plenamente" . Aquele que só sabe amar os outros realmente não sabe amar.

Muitas são as pessoas que, para satisfazerem as suas necessidades de aceitação, levam uma vida inteira dedicada aos outros. Estas pessoas fazem tudo para serem escolhidas por alguém, para que alguém lhes dê valor e reconheça os seus préstimos. Porque, ao ajudar os outros permanentemente e sem compromisso consigo, elas esquecem-se de si mesmas vivendo em profundo sofrimento e solidão.


É POSSIVEL AMAR-SE A SI MESM@?

Por vezes, o que te impede de te amares a ti mesm@ são as expectativas que tu crias, que tu tens sobre aquilo que os outros esperam de ti ou que os outros querem que tu sejas. Tais expectativas são, normalmente, irrealistas, geram sentimentos de frustração, tristeza e desilusão.

Mesmo que, à primeira vista, te pareça impossível, amar-se a si mesm@, na verdade, é tão possível como real. Contudo, requer um esforço e investimento pessoal grandes e lembra-te que a maior cegueira reside dentro de ti e prende-se com a dificuldade de veres as tuas qualidades e defeitos de forma natural e equilibrada, isto é, ambos residem em ti e deverás ser capaz de dar o devido valor a cada um deles, um não se deve sobrepor ao outro.


IDEIAS CHAVE PARA AMAR-SE A SÍ MISM@

1. Rir-se de si mesmo

Qualquer pessoa deve saber rir-se de si mesma. É saudável e recomenda-se! Rir é o melhor remédio, a melhor maneira de se defender e de enfrentar a vida. Pára de fazer tantas exigências a ti mesmo e permite-te errar.

2. Aceitar os pontos fortes e os pontos fracos

Aprender a aceitar os nossos pontos fortes e pontos fracos constitui o primeiro passo para a aceitação de ti mesm@ que é absolutamente necessária para poderes amar-te a ti própri@. Vermo-nos tal como somos de forma clara e objetiva e, sabermos valorizarmo-nos por isso, é tão necessário como respirar!

3. As nossas Crenças

Ter noção das palavras e adjetivos que utilizamos quando nos autodescrevemos é algo muito importante e que não devemos descorar. Faz o seguinte exercício: tenta ouvir-te quando falas sobre ti mesm@. Por vezes, temos um discurso negativo sobre nós próprios que não nos ajuda. Que, pelo contrário, reprime-nos e bloqueia-nos. Inicialmente, pode não ser uma tarefa fácil, pois temos certas e determinadas crenças que adquirimos ao longo da vida que nos limitam mais do que possamos imaginar. A boa notícia é que podemos mudar, basta querer!

O outro aspeto a ter em linha de conta é saber diferenciar egoísmo de amar-se a si mesm@. Somos egoístas quando queremos que tudo o que há de bom seja nosso. Amar-se a si mesmo é saber o que necessitamos, implica respeito, respeito sobre nós mesmos e sobre os outros sem se sobrepor a nada nem ninguém, No fundo é ser capaz de encontrar o equilíbrio, é ser emocionalmente saudável.

4. Crer em ti mesm@

Este é o momento certo para creres em ti mesm@.

Procura observar até onde chegaste e não te foques no tempo que demoraste a lá chegar, os sonhos que realizaste e as metas que alcançaste. O caminho pode ser longo, pode ter muitos obstáculos, mas, ao longo do tempo, há medida que os dias vão passando, vais aperceber-te que ultrapassaste enumeras situações que outrora praceiam não mais ter fim. A tua força interior é a tua melhor arma, por isso valoriza-a!

Observa o teu corpo, cada detalhe da tua pele, cada curva, cada ruga... todo esse conjunto faz de ti um ser único e especial. Não há ninguém igual a ti, és um ser único e inigualável, aprende a usar essa tua própria individualidade e quando for o momento, partilha-a com os outros. Dá um pouco de ti aos outros, mostra-lhes o que és e o que tens para oferecer.

És paciente e compreensivo com os ouros? Porque não és paciente e compreensivo contigo?

Como diz Irene Orce " Não há amor suficientemente capaz de preencher o vazio de uma pessoa que não se ama a si mesma"

(Fonte: depsicologia.com - adaptado)


NO TELEFONE DA ESPERANÇA- PORTO AJUDAMOS-TE A AMAR-TE A TI MESM@

No próximo dia 2 de Março iniciamos uma nova edição do Grupo de desenvolvimento de AUTOESTIMA.

Que tem como objetivo dar ferramentas que te possibilitem amar-te a ti mesm@. Contacte-nos através do telefone 222 030 707 em qualquer dia da semana (sábados e domingos incluídos) entre as 16:00 e as 22:00. Formalize a sua inscrição, pessoalmente na Rua Duque de Loulé n.º98, 2ºEsquerdo , por telefone ou através do link AQUI

Recent Posts
Featured Posts
Follow Us
Search By Tags
Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2007 VOADES - Vozes Amigas de Esperança Portugal

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • Blogger Limpa